Consumo de fruta na medicina chinesa - Ana Louro Saúde
509
post-template-default,single,single-post,postid-509,single-format-standard,bridge-core-2.5.6,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-24.1,qode-theme-bridge,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-6.4.2,vc_responsive
Consumo de fruta na medicina chinesa

Consumo de fruta na medicina chinesa

Quando partilhei as generalidades da dietoterapia chinesa, a que levantou mais dúvidas foi o evitar o consumo de fruta no final das refeições principais.

Percebo o porquê desta dúvida, também eu como ocidental que sou, assumo que para mim a fruta é essencial para uma alimentação saudável.

No entanto, para a dietoterapia chinesa a fruta quase não entra na alimentação diária e se entra é cozinhada.

Isto porque para a filosofia oriental a digestão é feita no Sistema Energético Aquecedor Médio (que não tem tradução anatómica direta).

A digestão precisa então de calor para acontecer.

Calor este que também é necessário para optimizar o fluir da energia e a distribuição da energia alimentar pelo organismo.

Assim, alimentos frios e crus como a fruta e ainda as saladas, podem pela sua natureza fria bloquear a nossa energia e o processo digestivo, levando a acumulações (motivo pelo qual algumas pessoas mesmo comendo muitas saladas e fruta não conseguem emagrecer, por exemplo).

Para ajudar o nosso Aquecedor Médio a fazer a digestão, devemos então começar a refeição com um caldo ou sopa e terminar com uma infusão quente.

Atenção a fruta pode e deve ser consumida, pelo seu valor nutricional. Para ajudar à sua digestão, ficam os seguintes truques:

  • Consuma fruta local e de época;
  • Cozinhe a fruta;
  • Acompanhe a fruta com especiarias quentes; e
  • Aproveite a fruta no lanche da tarde, o horário entre as 16 e as 17 horas é o mais favorável ao enriquecimento do nosso yin.

 

Caminhos válidos há muitos, este é o meu! Vens comigo?

 

Saber mais sobre o que é a dietoterapia chinesa.